sábado, 25 de maio de 2013

Cyntia Bandeira Lino em entrevista exclusiva ao meu blog

 

Assim como eu escrevo livros de contos, temas-livres e crônicas, assim também é a escritora Cyntia Bandeira Lino, 34 anos, que também aprendeu a escrever livros, a começar pelo primeiro, Desabafos de Mulher e continuando com A Luta Pela Libertação. Aqui vai a entrevista com a Cyntia!
 
TR: Você começou a escrever o livro Desabafos de Mulher que foi lançada há muito tempo. Do que este livro se trata?
CBL: Ele foi lançado em maio de 2012, ou seja, faz um ano. Este livro fala com detalhes sobre o passado sofrido de uma mulher, que está na casa dos 50 anos de idade e que teve quer aprender a lidar com perdas desde o início de sua existência.

TR: Mais uma coisa: você começou a escrever livros (assim como eu escrevi)?
CBL: Bem,eu comecei a escrever as minhas histórias na infância. Mas eu só tive mesmo a vontade de ser escritora com 16 anos de idade e por sugestão de uma colega minha de escola, que via as minhas redações e adorava.

TR: Quais são seus livros/autores/personagens favoritos?
CBL: Se eu falar todos os meus preferidos, ficarei muitas e muitas horas falando, pois são muitos mesmo!(risos). Citarei apenas alguns deles. Vamos lá: Malu de Bicicleta - Marcelo Rubens Paiva - Malu; O seminarista - Bernardo Guimarães - Margarida; O Estudante - Adelaide Carraro - Rubens.

TR: Você é apaixonada por livros assim como eu sou?
CBL: Mas é claro que sim! Os livros são o meu xodó eterno! Eles são meus fiéis companheiros de todas as horas. Quando eu era pequena, ao invés de brincar com bonecas, eu brincava com os livros, acredita? Fazia carinho, conversava, até dormia com eles!

TR: Conte pra gente: por que uma música de fundo (background music) é indispensável para escrever?
CBL: Na minha humilde opinião é porque a música é vida,é uma das representações mais puras e simples do que é estar vivo. Ela sempre causa um impacto emocional tão forte nas pessoas, que as faz ter ótimas idéias, seja na área da literatura, da muda, da arte cênica ou qualquer outro setor cultural. A música, principalmente a clássica, bota o nosso tico e teço para trabalhar a todo o vapor. Produzo bastante texto toda vez que ouço música.

TR: Há possíveis influências no livro (como crossover ou coisa assim)?
CBL: Não foi bem uma mistura de núcleos, mas sim de 30 histórias diferentes, que é o caso de desabafos de Mulher. A luta pela libertação foi baseada em jovens que conheci na década de 80,misturado com algumas criações minhas.
TR: Outra: o segundo livro "A Luta Pela Libertação" também repete o sucesso do predecessor?
CBL: Esta obra está sendo mais procurada do que a primeira.

TR: Você acaba de lançar o 2º livro (e os outros ainda estão em projeto). Quando seu livro será lançado e divulgado?
CBL: Isso depende muito da repercussão da minha segunda obra. Meu terceiro livro pode ser lançado ou no final deste ano ou em meados de maio de 2014. Depende muito dos leitores.

TR: E quais seus planos para o futuro?
CBL: Meu maior desejo é continuar a publicar meus livros até o dia da minha partida deste mundo, vivendo da minha literatura.
Valeu, Cyntia!
Quem quiser ficar por dentro dos lançamentos do livro da autora (e uma grande amiga minha), curta a página "Obras de Cyntia Bandeira Lino" no Facebook e confira, tem de tudo!
https://www.facebook.com/ObrasDeCyntiaBandeiraLino/