terça-feira, 5 de novembro de 2013

O Pássaro da Felicidade



Existe um pássaro da felicidade, que surgiu (por acaso) a partir de uma peça que Maurice Maeterlinck escreveu em 1908 também para nós, admiradores: "O Pássaro Azul". Segundo se diz, no momento em que o pássaro tilinta suas asas, a pessoa diz: "Me escolha!" E o pássaro voa pelo céu estrelado atendendo o pedido, sabendo que, nas palavras do poeta Nikolai Dobronravov, "amanhã será melhor do que ontem". Ou seja, para que o amanhã seja melhor, nosso pedido esperançoso é feito para o pássaro - com muita fé, pois o coração confiável vai manter o amor vivo. Até os nossos amigos moscovitas, os irmãos Ivanka Lyrya e Lev Misha Tylunovich - nascidos em 1978 e 1981 respectivamente e já adultos - e também seguem os mesmos passos; e você pode ser um dos protegidos confiáveis deste pássaro. O pássaro da felicidade e do amanhã. 

Moscou, Rússia (antiga República Federativa Socialista Soviética da Rússia, 2 de agosto de 1978

Eram dez da noite quando Ekaterina Tylunovich colocava sua pequena Ivanka Lyrya para dormir. Ekaterina pegava o livro Ivan Tsarevich, o Pássaro de Ouro e o Lobo Cinzento na estante de seu quarto, abriu o livro e contou uma história assim:
"…Ivan Tsarevich andava em cima de um lobo, um lobo cinzento e peludo - os olhos azuis deixavam-se passear pelos bosques, observava-se o lago encaudado. Eles levavam muito tempo para andarem um pouco - de repente Ivan Tsarevich notou que ela se transformou, e que foi transformada - em um Pássaro-de-fogo…"
Mal ela terminou de contar a história para sua Lyrya, havia uma luz brilhando nas duas páginas centrais de um mesmo livro onde ficava a ilustração de um pássaro. Enquanto Mstislav, marido de Ekaterina e irmão de Vladimir e Anna Marsha, ao entrar no quarto da menina, via uma luz brilhando no livro de histórias, o pássaro azulado, feérico e luminoso saía do livro e, ganhando vida, começou a voar sobre a casa enquanto Lyrya e seus pais Mstislav e Ekaterina, sorridentes, maravilhados e surpresos, viam o pássaro voando. Daí o pássaro começou a voar sobre Moscou, havia uma luz prateada emanando das asas do pássaro e uma luz similar a uma vórtice no céu, e a música "O Pássaro da Felicidade" começa. Durante a execução da música e a sequência, o pássaro, a medida que ele voa com mais rapidez, atravessa toda a Federação Russa e CEI. O pássaro, da cor azul, de asas abertas e brilhando, sai da vórtice luminosa e agora vai sobrevoando a capital de Moscou, finalmente subindo e pairando no alto, depois chegando às nuvens do céu estrelado. 

Moscou, Rússia, maio de 2012

Durante os ensaios do concerto agendado para sábado, Ivanka Lyrya, já com 34 anos, e seu irmão Lev Misha, de 31 anos de idade estavam ensaiando sua música quando de repente receberam de Yuri Ligachyov duas notícias, a boa e a ruim: a ruim é que o pai de Lyrya e Lev Misha, Mstislav, está acamado e resfriado e não pode se apresentar no estádio Luzhniki com os dois filhos. Mas a boa notícia é que a única coisa que eles farão é encontrar o pássaro da felicidade aonde eles forem: não somente para salvar a vida de Mstislav, mas também para salvar toda a família de Lyrya e Lev Misha. Os dois são decididos e voltam para a mansão na região de Moscou. 
Mais tarde naquela noite, Ivanka Lyrya e Lev Misha conversam com sua mãe Ekaterina sobre o pássaro. Ekaterina explica-lhes que foi o mesmo aviso do cunhado dela, Vladimir Tylunovich, que ligou de Kiev dizendo que Lyrya e Lev Misha cantam muito bem. (Vladimir e seus sobrinhos Lyrya e Lev Misha não se viam havia doze anos desde que ele se mudou para a Ucrânia para cuidar da saúde de seu pai Dmitry, falecido em 2006.) Ekaterina relembra que Ivan Tsarevich, que tinham visto o Pássaro de Fogo ("Fênix" para os gregos, "Fushichō" ou "Pássaro Imortal" para os sino-japoneses), foi assassinado pelo pai Ivan o Terrível em 1581 quando tinha 27 anos (Ekaterina havia contado a Lyrya a história de Ivan Tsarevich, o Pássaro de Ouro e o Lobo Cinzento daquele ano de 1978 em diante). Diz ainda que o pássaro da felicidade é o pássaro azul que sempre traz muita felicidade para todas as gerações, conforme dizem por aí, porque justamente trata-se de um símbolo da felicidade, promessa e esperança de um futuro melhor para todos os cinco continentes do mundo todo. Ekaterina pede a seus filhos Ivanka Lyrya e Lev Misha para irem amanhã de manhã a Kiev, capital da Ucrânia, onde os dois farão uma estada de três dias, e onde eles vão buscar tanto o pássaro da felicidade como o tio Vladimir e a família dele e trazê-los para a Rússia. Ekaterina diz a Lyrya e Lev Misha:
- "Quando vocês acharem o pássaro da felicidade, o conto de fadas se tornará realidade, e tudo de maneira positiva."
Eles concordam e Lyrya diz: "Faremos o possível."
Mais tarde em seu quarto, Lyrya conta a Lev Misha um lance de como dar asas á felicidade e sucesso através do exemplo de um pássaro (que Aleksei a tinha ensinado): 
- "Você pensa em coisa boa… aí você abre seus braços e levanta sua cabeça. Imagine você voando no céu, subindo lá em cima e alcançando as estrelas. É o mesmo que alcançar os objetivos e fazer tudo de bom dar certo."
Lyrya então se deduz que, através de uma nuvem de problemas, está o sorriso esplêndido do amanhecer e a luz de seu lugar mais alto e conclui que "em nome da fé e dos sonhos, estamos orgulhosos em alcançar o céu". Mesmo preocupados com a saúde de Mstislav, Lyrya e Lev Misha nem imaginam o que está para acontecer. 


De Moscou a Kiev

No dia seguinte, Ivanka Lyrya e Lev Misha recebem seu tio Vladimir, pouco antes de embarcar a Kiev, Ucrânia. Vladimir é um homem esperançoso, carinhoso e gentil, que, assim como sua cunhada Ekaterina, também tem uma forte conexão com esse pássaro da felicidade. Lyrya pergunta ao tio Vladmir:
- "E a nossa mãe que você conhece, sua cunhada Ekaterina: o senhor gostaria de conhecê-la de novo?"
E Vladimir responde:
- "A pergunta é: a mãe de vocês gostaria de ME reencontrar?"
Ao chegar ao aeroporto internacional de Sheremetyevo, Lyrya, Lev Misha e Vladimir recebem a tia Elena Galina e a prima Anastasia, que com Vladimir se tornam seus companheiros de viagem e, mais tarde, membros da família Tylunovich (de novo). Assim, os Tylunovich partem para Kiev, onde os Tylunovich passam três dias - e onde vão achar o pássaro da felicidade antes de voltarem para Moscou. 

Kiev, Ucrânia

Poucas horas de viagem aérea depois, Lyrya, Lev Misha, tio Vladimir e a família dele, a bordo do ônibus turístico, deixam o aeroporto internacional de Kiev e vão até a capital ucraniana. É o fim da viagem quando os Tylunovich, depois de sair do ônibus, chegam na casa do tio Vladimir. Ao chegar lá, os Tylunovich veem a casa de Vladimir, alegre, cercada de jardim florido e decorado, portas e janelas abertas, vaso de flores decoradas no peitoril das janelas e um pássaro azul de enfeite na janela, e entrando lá, eles veem a decoração da casa toda, cuja arquitetura lembra os momentos mais românticos das épocas vitoriana, modernista e contemporânea. Era o último lar do avô Dmitry antes dele morrer, em 2006. Lyrya e Lev Misha perguntam a Vladimir se ele também tinha visto o pássaro da felicidade. Vladimir diz que sim e ele se lembra de ter visto esse tal pássaro em 1978, quando ele voltava para casa deles ao notar que havia uma luz no meio do nada. Ele se lembra também que, ao chegar em casa, Vladimir viu uma luz, e descobriu que, além daquela luz, estava o pássaro da felicidade que acabara de sair magicamente do livro que Ekaterina lia, e ficou surpreso com aquilo, e desde então a vida dele não mais foi o mesmo desde que ele viu o pássaro da felicidade pela primeira vez. A segunda vez foi durante os Jogos Olímpicos de Moscou em 1980. Lyrya pergunta onde está o pássaro, e a resposta de Vladimir é: "No lado oeste de Kiev." Segundo Vladimir, o lado oeste de Kiev tem muita floresta, lago, flores do campo, campinas verdes, jardins nupciais e feéricos, um velho bordo e tudo que a Mãe Natureza nos reserva e onde eles vão encontrar o pássaro da felicidade, e fica bem pertinho da cidade. 
No dia seguinte, os irmãos Lyrya e Lev Misha e seu tio Vladimir compram o mapa da região de Kiev na banca de jornais para localizar um lugar onde o pássaro da felicidade está, fazem compras no shopping no centro da capital e até passeiam por pontos turísticos até o fim da tarde, quando eles voltam para casa do tio Vladimir para um delicioso jantar em família. 

No lado oeste de Kiev

Nos dois dias seguintes, os Tylunovich saem de casa aproveitando o clima primaveril de maio (a temperatura é de 25 graus) e a brisa perfumada para um passeio de carro até o lado oeste de Kiev, onde o pássaro está. Chegando lá, os Tylunovich descobrem uma paisagem extremamente ecológica, paradisíaca, nupcial e feérica, cheia de florestas, campinas, rios, lagos, flores do jardim e muito verde, justamente como vemos, e a busca do pássaro da felicidade tem início. Segundo Lyrya, é exatamente o lugar que sua mãe mencionou ("Onde tem um lugar paradisíaco, tem o pássaro da felicidade."), e é o mesmo lugar onde os pais e os tios de Lyrya e Lev Misha passaram uma lua-de-mel em 1976 e 1977 respectivamente e onde os Tylunovich costumavam passar as férias de verão em 1970, 1987 e - antes de Dmitry morrer - 2004. Apesar do cansaço e do telefonema de Ekaterina dizendo que Mstislav deve receber alta, os Tylunovich, depois de chegar ao lado oeste de Kiev, caminham pelo jardim, pela floresta e pelas campinas deste lugar e, poucos minutos mais tarde, enquanto eles prosseguem numa caminhada curta, os Tylunovich nem imaginam o que está para acontecer de maneira positiva. Depois do piquenique no jardim, os Tylunovich, de tanto andar pela trilha ecológica da Ucrânia, chegam ao lago de águas cristalinas, flores, muito verde, cercado de jardim de sonho e de luz diurna, nupcial e feérico, e uma quantidade de pássaros azuis que sobrevoa este lugar mais paradisíaco de todos. Lyrya, Lev Misha e o resto dos Tylunovich, surpreendidos, ficam maravilhados com o que chamamos de "jardim do Éden". Então Lyrya e Lev Misha entram no jardim maravilhoso com a família e, às margens do rio, Vladimir dá teorias aos seus sobrinhos Lyrya e Lev Misha de como pegar o pássaro da felicidade antes deles colocarem o plano em prática. Lyrya e Lev Misha, com a gaiola e a arapuca, finalmente conseguem pegar do galho o pássaro e, com sua arapuca, Lyrya, depois de pegar o pássaro, o coloca com segurança na gaiola, fechada por Lev Misha (até a volta para Moscou) e o plano é realizado com sucesso. Foi quando Lyrya disse: "Me escolha!" Eles mal podiam conter a alegria: conseguiram o pássaro da felicidade! Haviam adquirido esse pássaro na hora certa e no lugar exato!
De volta a casa do tio Vladimir, logo no fim da tarde, Lyrya e Lev Misha ganham presentes: um colar de ágata, granada, quartzo verde e pedra estrela - intercalados um com o outro - com um pingente de safira azul cercado de prata 950 e o resto dos diamantes svarovski em forma de pássaro (daí o nome "Passaro da Felicidade e do Futuro"), e um broche prateado do mesmo pássaro. A emoção foi tão grande que os Tylunovich ficam felizes. Logo depois, Lyrya e Lev Misha vão para a sala de estar ver de perto o pássaro da felicidade - que está na gaiola para sua segurança - tão azul quanto todos eles da mesma cor. Pouco tempo depois de arrumar suas malas e de tanto jantar e sobremesa, os irmãos Ivanka Lyrya e Lev Misha convidam os tios Vladimir e Elena Galina e a prima Anastasia para reverem os pais de Lyrya e Lev Misha - Mstislav e Ekaterina - no dia seguinte, assim que retornarem a Moscou com o pássaro da felicidade. Eles aceitam, e no dia seguinte pela manhã, os Tylunovich deixam Kiev, Ucrânia, para voltar a Moscou, Rússia, com a gaiola com um pássaro dentro, certos de que um milagre está prestes a acontecer.

De volta a Moscou

No dia seguinte, os Tylunovich retornam a Moscou depois de poucas horas de viagem. De bagagens e gaiola com o pássaro dentro, eles retornam a capital russa de Moscou, primeiro chegando a rodoviária e depois saindo da rodoviária de táxi. Depois de colocar as bagagens e a gaiola com o pássaro dentro, os Tylunovich andam de táxi rumo a Luzhniki, Moscou, onde Ekaterina, feliz da vida, espera por eles em sua mansão. 
É o fim da viagem de volta. Enquanto os Tylunovich saem do táxi e pegam suas bagagens e a gaiola com o pássaro dentro, Ekaterina recebe seus filhos Ivanka Lyrya e Lev Misha, seu cunhado Vladimir, sua concunhada Elena Galina e sua sobrinha Anastasia de braços abertos. É a primeira vez depois de doze anos que uma reunião em família acontece de um jeito carinhoso e positivo. Eles mostram o pássaro da felicidade e Ekaterina fica ainda mais feliz. 
Depois de desmanchar as malas e guardar tudo nos seus devidos lugares, Lyrya, Lev Misha e sua mãe Ekaterina mostram o pássaro da felicidade ao pai Mstislav, de cama, mas já saudável, Mstislav vê o pássaro da felicidade e aos poucos se recompõe enquanto o pássaro canta e a saúde do próprio Mstislav vai melhorando. Mstislav consegue se levantar se levantar da cama e ele começa a andar, correr e tudo mais, como se um milagre ocorresse. O que ninguém tinha noção era que Mstislav reencontraria seu irmão Vladimir depois de todos esses 12 anos, conforme Lyrya, Lev Misha e mama Ekaterina tinham prometido. 

Uma festa que terminou em confusão

Mais tarde naquela noite, os Tylunovich, reunidos, são fotografados por Yuri Ligachyov, usando uma máquina fotográfica digital. Pouco depois, para fazer a festa, Vladimir volta a cantar em pleno karaokê e é aplaudido. Depois, os Tylunovich se divertem dançando a troika durante menos de uma hora e barynya a noite toda. Mal tinham terminado a festa de reunião em família, o marginal Igor' Putin sequestrou Anastasia três horas depois do ocorrido e os Tylunovich ficam desesperados e vão atrás do bandido Igor', descoberto imediatamente por eles. Os Tylunovich se dão conta que Igor' foi quem sequestrou Anastasia e o desespero aumenta cada vez mais. Igor' se lembra de ter visto Ekaterina lendo um conto para Lyrya e Lev Misha pela janela 33 anos antes (Ekaterina o tinha lido muitas vezes ao longo dos anos) e ordena que os três - Lyrya, Lev Misha e mama Ekaterina - uma canção de ninar. Lyrya, em lágrima, interrompe a canção por alguns instantes e Igor' tenta atirar em cada um deles com o revólver Calibre 38, mas Lyrya e o resto de sua família voltam a cantar o resto da música e Igor' começa a sofrer as consequências ao ouvir os três cantarem uma doce canção enquanto Vladimir se concentra. No clímax desta canção, Lyrya e Lev Misha, sua mãe Ekaterina e seu tio Vladimir se concentram e resumem a história de Ivan Tsarevich, o Pássaro-de-fogo e o Lobo Cinzento - visualizando um bosque em plena paisagem russa - à medida em que a concentração chega a tal ponto que um milagre acontece em seguida. Ocorre uma breve encantação de cenário, onde as ruas de Moscou são convertidas em trilhas florestais próximas ao lago - irreais, inefáveis e feéricas - a medida em que os Tylunovich contam essa mesma história, que não interrompeu a mágica, que prossegue em seu curso: a um canto, o lago solta raio de luzes prateadas, convertendo-se em cascata luminosa que se aproxima dos pés de Ivanka Lyrya; noutro ângulo, começa a cantar em tom de whistle register mais agudo e, transformando as águas do lago em fonte luminosa, funde-se as águas do lago com luzes das estrelas, brilhantes, se convertendo em chuva de estrelas salpicantes caindo sobre os Tylunovich e um lugar feérico, que, ao terminar a visualização, se desfaz aos poucos e é convertido de volta nas ruas de Moscou, enquanto uma cascata luminosa e transparente sobe dos pés ao pingente do colar de Lyrya. Pouco depois, ao dizer "Zhar-ptitsa", há uma luz azul-prateada brilhando no pingente do colar que Lyrya usa sempre - é um bom sinal de um milagre - e o pássaro da felicidade é invocado imediatamente, sobrevoando Moscou em pleno céu estrelado em seguida e pairando no ar. Os Tylunovich e Yuri (e também Vladimir) olham para o pássaro, exceto Igor', que é pego e cego pela luz de um pássaro. Lyrya e Lev Misha imediatamente conseguem salvar sua prima Anastasia e dar um murro em Igor' (Yuri faz o mesmo com o celular e o atira em Igor' também) - depois que Yuri ligou para a polícia antes que a bateria do celular se esgotasse. Como resultado, Igor' vai preso pela polícia de Moscou e os Tylunovich de novo triunfam de alegria. Os Tylunovich voltam para casa, calmos e animados.
De volta à sua mansão, enquanto Anastasia é salva, Vladimir conversa com Georgei pelo iPhone sobre o milagre ocorrido naquele momento, Ekaterina, ao notar que o milagre tinha realizado, agradece à sua família. Apesar dos danos, Lyrya e Lev Misha pedem desculpas a sua mãe Ekaterina pela facção e Lev Misha diz que seu pai Mstislav viu esse pássaro duas vezes. Diz ainda que Anastasia foi salva pelo pássaro (Ekaterina diz o mesmo) e eles chegam a conclusão que foi o pássaro da felicidade que também tinha salvado Lyrya e Lev Misha. Vladimir, de lágrimas nos olhos e sabendo que iria a Kiev no dia seguinte para se despedir da casa em Kiev antes de seu retorno a Moscou, abraça Lyrya e Lev Misha e promete jamais abandoná-los, pois ele é parte dos Tylunovich e precisa de muito carinho o bastante. 

Uma promessa esperançosa

No dia seguinte, no aeroporto internacional de Sheremetyevo em Moscou, os Tylunovich e seu amigo Yuri se despedem de Vladimir, Elena Galina e Anastasia, mas ocorre a emoção: os irmãos Lyrya e Lev Misha, em lágrima, choram, e também o tio Vladimir, que entretanto os conforta com amor e carinho. Vladimir, Elena Galina e Anastasia, após se despedirem do resto dos Tylunovich, deixam Moscou para Kiev, sabendo que, poucos meses depois, ele retornaria a Moscou depois que vender a casa em Kiev e ganhar dinheiro da venda da mesma na capital ucraniana, contanto que deixe o lado oeste de Kiev mantido do jeito como está.
Pouco depois, em casa, Ekaterina, a pedido de seu marido Mstislav, dá a Lyrya e Lev Misha um DVD do filme "O Pássaro Azul" e um ursinho de pelúcia de bolso, Misha, ambos anexados ao bilhete que Vladimir escreveu para os Tylunovich, que têm como símbolo da felicidade, promessa e esperança o pássaro da felicidade (Vladimir escreveu o bilhete na noite anterior a partida para Kiev). O bilhete diz:

Meus queridos sobrinhos, irmão e cunhada,

Vocês são minha felicidade, promessa e esperança. Eu sei que vocês adoram cantar assim como eu. Foi bom curtir vocês e seus pais - mano Mstislav e cunhada Katyushka - e olha que fui eu que ajudei vocês dois a encontrar o pássaro da felicidade - que está e sempre estará com vocês e conosco aonde estiverem. Por incrível que pareça, este pássaro nos traz felicidade e muita esperança e espero que desfrutem também. Quanto a vocês, Lyrya e Lev Misha, vocês se casarão e terão filhos - porque vocês dois passaram de seus trinta anos devido a maturidade - desde que você, Lyrya, mantenha seu nome de solteira, "Tylunovich", junto com o nome de casado também, assim terão muita felicidade para as futuras gerações - sempre com o mesmo pássaro. Se precisarem de mim, me liguem ou conversem comigo pelo Skype ou me mandem um e-mail. Mais: eis os dois presentes que eu lhes trouxe de Kiev assim que vocês me conduziram de volta; espero que gostem. Prometo do fundo do meu coração que, se Deus quiser, estarei com vocês de volta. Tenho certeza que, conforme diz o poeta, "há uma esperança no meu coração".
Lyrya, Lev Misha, Mstislav, Ekaterina, boa sorte em seus compromissos. E sejam felizes.

Eu amo todos vocês.
Vladimir

Lyrya e Lev Misha gostaram da carta e Ekaterina distribui suvenirs para os dois filhos dela, na esperança do tio Vladimir voltar para casa em Moscou, onde Lyrya, Lev Misha e sua família estão. 
Enquanto isso, em sua residência em Kiev, Ucrânia, Vladimir, sabendo que ele vai voltar a Moscou em justamente nove meses - e se preparando para assistir esse evento prla HDTV, consegue se lembrar dos momentos felizes com Lyrya e Lev Misha, esperando que o próprio Vladimir volte logo. De repente, as figuras angélicas dos dons da felicidade, amor, promessa e esperança surgem perante Vladimir, que enquanto arruma tudo é ajudado pelos dons, dispostos a ajudá-lo. Em pleno passe de mágica, pouco depois de arrumar tudo, os quatro dons se juntam e se fundem, transformando-se em chuva de pétalas luminosas de rosas que caem sobre Vladimir, que logo lida a TV Full HD tipo LED e chama Elena Galina e Anastasia para assistir o evento. Mal sabia que a relação entre Vladimir e os Tylunovich estava apenas para recomeçar. 

De Luzhniki ao complexo da Terra do Futuro 

No estádio Luzhniki, depois de vários preparativos e tantas performances, Ivanka Lyrya e Lev Misha, mais de duas horas de várias canções depois - e aplaudidos pela plateia do estádio Luzhniki - recebem de repente a inesperada visita de uma figura meio humana, meio angélica (e similar ao tio Vladimir com 27 anos naquela época): é Ivan Tsarevich, um espírito vivo do mesmo que morreu em 1581, 432 anos (quase cinco séculos) antes - recém-chegado do Território da Memória, mas visitante da Terra do Futuro. Num passe de mágica, Lyrya e Lev Misha, de mãos dadas, são de repente conduzidos e teletransportados por Ivan ao complexo da Terra do Futuro - situado no topo dos montes em plena campina da paisagem russa em São Petersburgo - , onde é tudo azul irreal, intenso e feérico e onde esperam as crianças inatas e que vão nascer. Entre colunas, estão grandes portas opalinas, cujas folhas serão fechadas pelo Tempo, e que se abrem sobre a Vida Atual e o cais da Aurora. Lá, Ivan, acompanhado pelas figuras angélicas luminosas - as luzes branca, azul, prateada e dourada - dá conselhos aos irmãos Lyrya e Lev Misha (os dois se veem na Terra do Futuro) sobre a felicidade, promessas, esperanças e tudo de bom que Deus nos dá - e também para as gerações futuras. Ivan lhes conta que ele foi o primeiro a ter um pássaro "Zhar-ptitsa" há mais de cinco séculos. Diz ainda que, em 1781, 200 anos depois de sua morte, Yuliana Tyl e a fada Bérylune descobriram seu legado: um pássaro que traz muita felicidade, então ele pediu à Bérylune que esse pássaro nascesse azul e que trouxesse felicidade, promessas e esperanças de um futuro melhor e quando o pássaro azul da felicidade nasceu, a promessa foi cumprida. Ivan conta ainda que em 1812, depois que Mytyl encontrou o pássaro que voou à Ucrânia, a fada Bérylune trouxe de pronto o pássaro e em 1825 Mytyl se casou com Lev Chekhov e, nove meses depois, nasceu Vissarion Tylunovich, o primeiro patriarca moscovita que, a partir daí, passou a admirar o pássaro da felicidade - e o mesmo também ocorreu com suas futuras gerações até hoje. Ivan faz questão do pássaro da felicidade fazer das pessoas alguém muito feliz, amado e esperançoso. Ivan chega a conclusão que a esperança é a bússola terrestre e que os Tylunovich são muito amáveis, não importa qual é ou não o ponto de vista de cada um. Lyrya e Lev Misha são levados e teletransportados de volta a Moscou - e no mesmo estádio Luzhniki - por Ivan, que diz à mama Ekaterina que foi inspirado através de um livro. Ivan chega a conclusão que o amor é a coisa mais importante para todos nós. Ivan, subindo até a altura, despede-se para sempre e parte rumo aos céus. 
A promessa foi cumprida. Três semanas depois do ocorrido, Ivanka Lyrya se casa com Pyotr Glazunov e Lev Misha com Nadya Manilova na mesma cerimônia de casamento ao ar livre em São Petersburgo. Estes são recém-casados: Ivanka Lyrya Tylunovich-Glazunova agora é o nome dela - conforme a mãe e o tio previram! Lev Misha agora é marido de Nadya. É a primeira vez desde os tempos de seu avô Dmitry que dois casais se casam na mesma boda bucólica ao ar livre - a primogênita com seu marido e o caçula com sua mulher - em plena São Petersburgo, onde a paisagem é tão linda de se ver. 

Vladimir volta para casa: há uma esperança! 

Nove meses depois, na mansão dos Tylunovich em Moscou - em meio ao frio do inverno e a neve que cai às vésperas do Natal ortodoxo (que ocorre na Rússia no dia 7 de janeiro) - os Tylunovich, enquanto esperam Vladimir voltar com o resto de sua família, apresentam os filhos Manya (filha de Lyrya e de Pyotr) e os gêmeos Ivan e Valerya Beryoza (filhos de Lev Misha e de Nadya), todos nascidos em dezembro de 2012. Eles fazem os preparativos para a festa de réveillon em família quando de repente ouve-se a buzina da van tocar: é o tio Vladimir com Elena Galina, a filha Anastasia, o genro Stanislav e o neto Karl Kosminsky, que acabam de voltar! Mal eles terminaram os preparativos, o tio Vladimir entrou em casa com o resto da família e eles os receberam de braços abertos. (Ainda bem que a família aumentou!) Logo depois, Lyrya e Lev Misha falam com o tio Vladimir sobre como ele tinha mudado para Kiev em 2000 devido a saúde debilitada de Dmitry e por que motivo voltou pra Moscou duas vezes. Vladimir diz a Lyrya e Lev Misha que tinha uma casa em Kiev (Ucrânia), onde ele passou doze anos por lá. Mas doze anos depois do que ocorreu, quando a casa dele em Kiev foi vendida recentemente, ele e o resto da família tinha que se mudar para Moscou, sabendo que a esperança deles era mesmo voltar a morar com eles. E eles se abraçam. Lev Misha chega a conclusão (e também Vladimir) que eles recebem a presença do pássaro da felicidade, como um legado deixado por seu falecido avô Dmitry - mesmo depois da morte desse. 
Pouco depois, os Tylunovich são os entrevistados do programa de televisão russa em pleno talk-show e menos de uma hora e meia e um jantar depois, os irmãos Ivanka Lyrya e Lev Misha e toda sua família, depois de retornar das gravações de um programa de talk-show televisivo, passeiam pelas margens do Rio Moscou em plena noite fria para comemorar o sucesso dos irmãos e a realização de um sonho: obter o pássaro da felicidade que eles sonharam em ter. E cabe ao tio Vladimir aproveitar uma excelente oportunidade de fazer um pedido ao pássaro: voltar a viver em Moscou - sua terra natal - com seus sobrinhos e sua família, mesmo depois de 12 anos depois de tanta permanência em Kiev - e também ser uma pessoa feliz. A família toda observa a Basílica de São Vasiliy, a Casa Internacional da Música de Moscou, o Arco Triunfal da Avenida Kutuzov, a Torre Ostankino - tudo visto das margens do Rio Moscou. Segundo Ekaterina, a Torre Ostankino representa a esperança de um futuro melhor e um lugar onde o pássaro da felicidade também estará presente, sobrevoando o lugar e espalhando alegria, muito amor, gentileza e muito sucesso. Daí Vladimir se vira para Lyrya e Lev Misha; eles convocam o pássaro da felicidade aos poucos perante a estátua de Ivan Tsarevich e Vladimir diz para o pássaro: "Me escolha!" Enquanto Lyrya, Lev Misha e o tio Vladimir - e o resto da família Tylunovich - veem o pássaro da felicidade no céu sobrevoando a capital russa de Moscou, finalmente chegando a Torre Ostankino, eles ficam fascinados com a vista panorâmica da torre com o pássaro em cima, prestes a atender o pedido. Vladimir se acalma e os Tylunovich voltam para casa. 

Epilogo: uma boa fábula brinca com minha alma

No dia seguinte, na mansão dos Tylunovich, a família toda conversam com Lyrya, Lev Misha e o tio Vladimir sobre o que rolou milagrosamente na noite anterior. (Vladimir diz: "Moscou é linda e maior que Roma!") Mal Vladimir convida a família toda para passear de barco pelo Rio Moscou e por Sokolniki, um milagre ocorre do lado de fora da mansão de súbito: os flocos de neve que cai magicamente se transformam em pétalas de cerejeiras e flores brancas a medida que o pássaro da felicidade atende o pedido e toda a família Tylunovich vão para o lado de fora para ver essa maravilha. Reanimados, Lyrya, Lev Misha, o tio Vladimir e toda sua família Tylunovich se tornam esperançosos e se divertem, pulando de tanta alegria e muita felicidade. E a chuva de pétalas durou o dia inteiro até o início da noite!
Mais tarde naquela noite, durante o passeio pela avenida da região moscovita de Luzhniki (Moscou), Lyrya e Lev Misha, depois de voltar do estádio Luzhniki (e prestes a voltar para sua mansão), ficam felizes em ter comemorado a volta de seu tio Vladimir. Lyrya diz: "Uma boa fábula brinca com minha alma e estou acendendo as estrelas azuis lá no céu. Vou dormir e ter sonhos mágicos, desde que eu fique de olho na lebre cinza da floresta. Mamãe querida, ao permanecer dominada pelos campos durante a noite, voltarei a ouvir sua doce voz." Lev Misha pergunta o que acontecerá quando o pássaro escolhe a primeira pessoa da família e faz coisas boas acontecerem de um jeito positivo e bem mais fabuloso. Lyrya ainda não tem noção do que vai acontecer, mas fica o mistério no ar. Subitamente, os irmãos Lyrya e Lev Misha veem lá em cima - em pleno céu estrelado de Moscou numa noite primaveril - o pássaro da felicidade sobrevoando a capital russa de Moscou e eles ficam maravilhados com o que se vê. 
Parafraseando o que Maurice Maeterlinck disse: Se você encontrar o pássaro azul, o pássaro da felicidade, tenha por favor a gentileza de trazê-lo aqui. Precisamos desse pássaro para nossa felicidade, mesmo que sejamos grandes." E conforme Nikolai Dobronravov diz: "Me eleja, pássaro da felicidade e do amanhã!" 




Baixar audiolivro em Mp3 pelo 4shared


Baixar audiolivro em Mp3 pelo Mediafire


Trívia:

Este livro, O Pássaro da Felicidade, introduz Ivanka Lyrya, Lev Misha, Vladimir, Ekaterina e sua família Tylunovich no universo da cultura russa. Baseado na canção do mesmo nome, Ptitsa Schast'ya - composta pela compositora russa Aleksandra Pakhmutova e seu marido Nikolai Dobronravov em 1980 para o documentário da Mosfil'm, O Sport, ty - mir! do mesmo ano em que as Olimpíadas de Moscou ocorreram, o livro contém premissas inspiradas na peça O Pássaro Azul (L'oiseau bleu, 1908) de Maurice Maeterlinck, na qual inspirou o enredo. Esta é a versão atualizada do mesmo conto. 

Bastavam cerca de um ano de pesquisa (sobre a Rússia e seus costumes e a lenda do pássaro da felicidade), escrita, edição de texto, ilustração e publicação para escrever o livro todo da minha autoria. O Pássaro da Felicidade começa e termina com a música "Dobraya skazka" ("Uma boa fábula") - dos mesmos autores de "Ptitsa Schast'ya" - cantada por Ivanka Lyrya e mama Ekaterina. As frases "Amanhã será melhor do que ontem!" e "A esperança é minha bússola da Terra" são os lemas desta fábula.

Dos lugares criados para várias cenas, destacamos o lado oeste de Kiev (um lugar paradisíaco e feérico na região da Ucrânia) e o complexo da Terra do Futuro (em São Petersburgo, Rússia) - onde Ivan Tsarevich (agora um anjo rodeado pelas luzes azul, branca, dourada e prateada) visita crianças inatas, mas que vão nascer. Por coincidência, é o mesmo Reino do Futuro mencionado na peça O Pássaro Azul, agora reaproveitado neste conto.

Ivanka Lyrya é uma bela moça de família, cujo nome vem de "lyra", que significa "lira" em grego, e a variação é "lyri" em homenagem a um poeta grego, compositor de músicas líricas. Com a junção de "lyri" com "ya", é formado o nome "Lyrya" (lyri+ya), que significa "lírica" em russo (e curiosamente a variante russa do nome Liriel).

Este conto também menciona a história de Ivan Tsarevich, o Pássaro-de-fogo e o Lobo Cinzento, mencionada ao menos três ou quatro vezes em várias sequências, o que lhe serviu de palavra-chave para o pássaro ganhar vida.

A última cena escrita e criada neste livro é aquela de Lyrya e seu irmão Lev Misha vendo o pássaro da felicidade sobrevoar a região moscovita de Luzhniki - exatamente onde eles estão - em pleno céu estrelado de Moscou numa noite primaveril. Ainda durante a edição final do texto antes de completá-lo, o cantor russo Vitas já estava em turnê na China com Noite Agitada e eu tinha que terminar de escrever ás pressas o meu conto inteiro. O livro foi completado e finalizado no dia 9 de novembro de 2009 e lançado em 2010.