quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Tatianna Raquel Podcast Episódio 34: "Verão sem limites"

Olá, gente! Fala Tatianna Raquel e este é o meu podcast, aqui neste blog. Cada quinzena um assunto diferente pra você ficar bem informado no que rola por aí (acompanha também a versão em áudio, disponível em Mp3 para baixar e escutar no iPod Touch, no iPhone ou no Tablet. 
Bom divertimento! 

Junte o estilo Mar azul, espuma branca (de onde vem a canção Garoto, fique com a gente!, conhecida no Brasil como Príncipe, fique comigo!) oriundo da Armênia de Robert Amirhanyan (tudo adornado de elementos do mar), o estilo Abayo (100% náutico, tipo marujo do nosso mar) oriundo do Japão de Kiyoshi Hikawa (combina até com o pingente em forma de âncora), o estilo encantador das Sereias Urbanas (e olha que a mulherada, assim como eu, também estão sereia, espalhando sereísmo por aí e encantando nosso litoral com nosso charme até no look), sol, praia, mar, bronze e muita azaração e você terá então o verão encantador em grande estilo - e sem limites! Aqui estão as 3 histórias de verão, ambientadas no nosso litoral paulista. Preste atenção no que eu vou te contar! 

De que modo Taís e Átila se conheceram 

Taís Balabaryan é uma garota de ancestria russo-armênia. Nasceu em Baku, Armênia, em 1993, mas se mudou para o Brasil três anos depois. Taís, que mora com a mãe no bairro do Embaré em Santos, sempre se encantou com a praia, o mar e outros elementos relacionados ao oceano (ela passou a morar no apartamento de frente para o mar em 1996) e sempre foi fã do desenho animado armênio de língua russa Mar azul, espuma branca - e da música que costuma cantar até hoje, "Garoto, fique com a gente!" Além disso, Taís tinha dois desejos: ser como a Filha do Rei do Mar e conhecer seu príncipe encantado, a sua cara-metade. E ela planejou realizar os dois: seu primeiro cosplay de sereia era seu vestido que ela se apresentava na escola aos sete anos. Aos 12 (mais ou menos em 2005), já vestia um vestido de sereia (era de cauda, todo feito de paetê brilhante) para a apresentação no Colégio Leão XIII. Mas foi a partir da festa dos 15 anos em 2008 que Taís passou a usar um lindo vestido de festa de finalista, com uma simples temática: A pequena sereia. Foi na mesma ocasião em que conheceu Átila, um amigo de colégio, na época com 17 anos. Seus dois desejos foram realizados: os dois se apaixonaram, casaram-se a bordo do navio no verão de 2013 e hoje tem seu apartamento de frente para o mar, na avenida da praia em Santos. Taís se sente uma princesa do oceano para seu marido Átila, um príncipe para ela - mesmo em pleno verão.

Marujo bom de leme

Apaixonado por passeio náutico, Djalma, de 30 anos, teve a sorte de morar na Ponta da Praia em Santos, junto ao mar. Certo verão, quando ele foi ao Ferry Boat, ele estava de camisa listrada branca com azul-marinho e calça branca, e começava a passear de iate pelo mar, aproveitando o sol, o céu azul e a brisa do mar que animava Djalma com delicadeza. O grande motivo da paixão pelo nosso mar é que, quando garoto, se encantava com as histórias que seu pai lhe falava sobre Mark Harris (Man from Atlantis) e os personagens de Seaquest, entre outros elementos náuticos. No verão da década de 80, Seu Gustavo (o pai de Djalma) era marujo também, e durante o expediente em alto mar, também era bom de leme. Tal pai, tal filho!

A garota que virou sereia urbana

Raíssa é uma amiga nossa que virou sereia urbana graças á coleção Intense Sereias Urbanas d'O Boticário que ela usa. Eu me lembro de um conto que Hans Christian Andersen escreveu (e que a Disney adaptou em 1989): A Pequena Sereia, cuja história da Ariel lhe serviu de um excelente exemplo dessa filosofia. Tal como a sereia Ariel da história, Raíssa queria conhecer um príncipe encantado. Naquele verão de 2005, quando Raíssa tinha 10 anos, ela lia as histórias da Ariel e fazia aniversário em plena praia, com direito a piquenique e tudo. Só no verão de 2010, ela começou a vestir um elegante vestido de sereia (que valoriza suas curvas sexies) e dois anos depois já pintava seu cabelo de acobreado (ela é morena-clara) e usava roupas ligadas ao sereísmo (tornou-se não só uma sea-punk como Ke$ha, mas também uma sereia urbana chique), além de fazer seu make de sereia. E não acabou ainda: em setembro deste ano (ás vésperas deste verão), Raíssa foi a primeira a descobrir a coleção de make d'O Boticário, Intense Sereias Urbanas, em plena loja, e não demorou muito pra que ela completasse esse look de sereia com cores e brilho pra arrasar neste verão. Raíssa, já com 19 anos e mais linda do que nunca, não vê a hora de curtir o verão como uma sereia urbana de verdade… e atrair com o canto da sereia os caras sarados em plena praia num dia ensolarado!

E você, já viveu esse verão tão encantador como nos contos de fadas? Conte sua história pra gente! 


Baixar podcast em Mp3 pelo 4shared

Baixar podcast em Mp3 pelo Mediafire

Baixar todos os episódios da primeira temporada do podcast em Mp3 pelo MEGA