domingo, 19 de outubro de 2014

"Conheci aquele príncipe charmoso até demais…"

E como resistir àquele encanto de um príncipe que veste roupas brancas com detalhes iridescentes entre outras roupas lindas (e de preferência glamurosas, fabulosas e de grife, ainda mais fashion)? Como já falei nas postagens anteriores em relação à canção Príncipe, fique comigo!, bem no início do primeiro verso, a letra diz: "Mar adentro, no oceano, onde deve estar pra peixe/conheci aquele príncipe charmoso até demais." (A letra da canção descreve ainda as características do príncipe, a cara-metade, logo no primeiro verso.) O príncipe pode se referir a um dos rapazes mais bonitos ou as celebridades nacionais ou estrangeiras (pode ser o cantautor russo Vitas ou o cantor japonês Kiyoshi Hikawa). No meu caso, também, se fosse esse príncipe (o Príncipe do Enka), seria Kiyoshi! 

Olha só que lindo: vestindo roupas lindas e iridescentes até nos detalhes: Kiyoshi-san interpreta Nijiiro no Bayon!

Dá pra ver a calça quase bufante enfiada nas botas: parece um traje da Mil e uma Noites! Adoro quando ele faz isso! 

Detalhe assimétrico nas costas…

… e muito glamour: Kiyoshi tá podendo!!! 

Lindo! Gostei! Amei de paixão!
E Kiyoshi-san, onde você conseguiu suas roupas com detalhes iridescentes pra se tornar um príncipe, exatamente como você é? 

Resposta: na capa do CD Enka Meikyoku Collection 13: Nijiiro no Bayon (2010), também disponível em digital pela Nippon Columbia. 
Ah, e tem mais 2 fotos com Kiyoshi Hikawa vestindo a mesma roupa digna de um príncipe (e lindo e atraente, do jeito que a gente gosta). E quem resiste?