quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Eles também são "luso-kayokyoku"

A Tatianna recentemente acaba de regravar "Te Quiero de Amor", versão lusófona do hit de Kiyoshi Hikawa "Itoshi no Te Quiero". Mas não é só ela: outros nomes da MPB também regravaram uma música, seguindo o gênero "Luso-kayokyoku", ou "Luso-kayo". De todos eles, selecionamos os dois que também regravaram canções kayokyoku japonesas no nosso idioma português!

1. OLHANDO PARA O CÉU
Título original: "Ue o muite arukou" (internacionalmente conhecido como "Sukiyaki")
Quem gravou antes: Kyu Sakamoko (in memoriam)
Quem interpreta: Trio Esperança

Hit de 1961, "Ue o muite arukou" (Hachidai Nakamura/Rokusuke Ei) foi eternizado pelo cantor Kyu Sakamoto e alcançou o primeiro lugar no Japão. Também conhecido como "Sukiyaki" (como é chamado internacionalmente), é a primeira música não-indo-europeia de língua japonesa a conquistar os EUA e Grã-Bretanha (e também o nosso Brasil) e fez mais sucesso ainda. Pra aproveitar o hit da original, o Trio Esperança (na época um trio infantil) em 1963 regravaram a versão lusófona para "Ue o muite arukou": chamava-se "Olhando para o céu" e a versão foi escrita por Romeo Nunes. A música, inclusa em seu álbum de estreia "Nós Somos Sucesso" (lançado naquele ano), é a primeira canção "luso-kayokyoku" a alcançar o primeiro lugar nas paradas. Kyu Sakamoto, infelizmente, faleceu em 1985, vítima do acidente aéreo, mas a música dele será sempre lembrada.

2. KOKORO NO NIJI (O ARCO-ÍRIS AZUL)
Título original: "Kokoro no niji"
Quem gravou antes: The Blue Comets
Quem interpreta: Os Incríveis

"Kokoro no niji" ("O arco-íris da alma" em japonês) (J. Hashimoto/T. Inoue), hit da banda japonesa The Blue Comets em 1968, foi também regravada no mesmo ano pela banda Os Incríveis (que até hoje está na ativa). Segunda canção "luso-kayokyoku" desde a anterior, "O arco-íris azul" também fez sucesso com a banda na época da Jovem Guarda (e da Tropicália), mostrando que esta segue o mesmo lance: a conexão Brasil-Japão. (A versão d'Os Incríveis para "Kokoro no niji" foi digitalmente remasterizada e relançada em 1999.) 

Segue o trecho da letra da música (na versão d'Os Incríveis):

Saudade é a lembrança 
Do amor que um dia deixei ali.
Saudade é nostalgia 
Do Japão que nunca esqueci.

Até hoje é lembrada também pelos nikkeis (incluindo quem mora no Bairro da Liberdade em São Paulo) que, além de curtir a música enka e kayokyoku, também cantam músicas japonesas no nosso idioma.

Ambas as músicas também antecedem a próxima música, "Te Quiero de Amor", versão de Tatianna Raquel para "Itoshi no Te Quiero", hit do cantor japonês Kiyoshi Hikawa. A nova música que Tatianna regravou será lançada em digital no dia 14 de janeiro de 2016 neste blog.
Fiquem ligados! Eu, Tatianna Raquel, estou me preparando para o lançamento da nova música: "Te Quiero de Amor", versão da música de Kiyoshi Hikawa, "Itoshi no Te Quiero". Vocês vão gostar do meu trabalho tanto quanto eu.